CELO - Campina Grande - Paraíba










"O Graffiti é arte, mas vai bem mais além, ele quebra todas as barreiras de preconceito, posição econômica e social. Ele atinge todas as camadas sociais, porque é acessível a todos."




Nascido em 1989 e criado no bairro Santa Rosa, atualmente vivendo no Centenário, Celo recebeu este apelido na infância. Estudante de Design na UFCG, em contraponto à grande violência de seu bairro natal leva em consideração as universidades e alguns eventos como o Maior São João do Mundo, o Encontro para a Nova Consciência e Festival de Inverno como motivos que fazem de Campina Grande uma boa cidade para se viver.
A princípio seu envolvimento com arte se deu através da música, em 2005, quando o grupo de amigos que partilhava de afinidades musicais e gostos por instrumentos distintos passou a se reunir nos fins de semana para aprender em conjunto e tocar alguns covers, criando uma banda com repertório ligado ao Pop Rock e New Metal. Após entrar na universidade deixou de ter como foco a música, mas não sem antes ser apresentado ao graffiti por seu parceiro de banda Theve.

Como é de praxe, a dificuldade em conseguir o material necessário para pintar na rua levou os dois amigos a comprarem coletivamente as tintas de cores variadas para também juntos pintarem seus primeiros Throw Ups e Personagens. Hoje, se dedicando principalmente a este segundo por acreditar que a mensagem pode ser passada através das expressões e por interagir melhor com as pessoas ao tentarem interpretá-lo, Celo que cita Binho, Image, Chivits e Can2 como suas grandes influências no meio, se dedica também a alguns Estênceis e Lambe-Lambes.

Sem preferência por locais específicos para suas obras, desde que seja realizada onde haja grande fluxo de pessoas, este campinense vê suas práticas com a arte de rua como algo que sirva pra mudar a paisagem urbana, que ele julga monótona, podendo passar alguma mensagem ou gerar interpretações e diálogos entre seu público. Nesta missão de intervir nas ruas da Rainha da Borborema, como é apelidada sua cidade que também é um dos principais polos industriais do nordeste, são lembrados como principais atuantes seus amigos Zeca, Sponja, Vina,Jed, Tonta e sua namorada Thaýnha.

Sponja + Celo
Mais Sobre:



Confira também o vídeo do programa Diversidade onde Celo fala sobre sua história no graffiti e um concurso do qual foi selecionado:



CELO
Recomenda

Alô Campina Grande - Jackson do Pandeiro


Forró em Campina - Jackson do Pandeiro



Mais imagens de seus trabalhos:


* Fotos e links enviados por Celo e texto por Emol a partir de entrevista realizada.

2 comentários:

  1. Celo tem inspiração, talento e um olhar todo especial para o graffiti, vai longe....
    Parabéns!!! sou fã.

    ResponderExcluir