ZORI - Aracaju - Sergipe

 "Pra mim (graffiti) é uma forma de expressar o que eu tô sentindo e vivendo, passar mensagem pras pessoas, uma terapia, é tudo!"




Nascido e criado em Aracaju, Zori tem como seu primeiro bairro o Cidade Nova, de onde saiu aos 14 anos devido a problemas familiares. Inicialmente foi morar nas ruas e logo em seguida em invasões (como são popularmente conhecidas as favelas na cidade) em casa de parentes e amigos. Algum tempo depois voltou para a casa do pai, com quem desde recém nascido foi criado distante da mãe. Atualmente vive com seus 3 irmãos e madrasta no mesmo bairro natal.
Integrante da Arte Tóxica Crew juntamente com Look e Base, Zori ainda que esporadicamente faz alguns “tags retos” sob influência do estilo paulista de escrita, embora sua atividade principal seja pintar seus personagens e “pieces” no espaço urbano.
Por volta de 2005, com 15 anos de idade, iniciou suas atividades na rua pixando* o nome Mania, mesmo ano que participava da Torcida Trovão Azul do time de futebol Confiança. Sobre este nome que assinava ele diz que “na área muitos moleques pixavam, era “mania” riscar sempre que tinha uma parede limpa”. Após algum tempo descobriu que outro pixador já assinava este nome e inspirado nas letras do personagem do filme “Zorro”, passou a assinar o nome atual.
Segundo Zori, a pixação em Sergipe funciona como forma de ser reconhecido dentro das torcidas organizadas e não como cultura de rua com seus códigos e caligrafias específicas. Por isso em 2007 quando deixou a torcida devido à violência associada à mesma, também parou de pixar.
Zori cita que há cerca de 10 anos haviam pixadores que desenvolviam caligrafias e escolhiam locais desafiadores para deixarem suas marcas, como os integrantes dos grupos MC (Mentes Criminais) Magneto, Ira, Cascão, Bolha, Tédio e Tara; OM (Os Manchas) Mago e Gaiamum e LTDA (Loucos Terroristas de Aracaju).
Atualmente trabalha como pintor automotivo em uma grande empresa automobilística além de manter seu próprio negócio desenvolvendo trabalhos de aerografia.





Mais Sobre:

Confira também seu slide de fotos:


ZORI
Recomenda:

Diconduta

Banda Reação



* Fotos e indicações enviadas por Zori e texto organizado por Emol a partir de entrevista realizada.

Um comentário: