LamBomb em Fortaleza - CE

O verbal como imagem impressa na cidade; graffiti. A marca "estive aqui" modificada de presença para sugestão. Marca de uma intenção que só funciona se for uma quebra no fluxo visual no meio ambiente.
O corpo humano como realidade e ficção. A obra de arte que possui os mesmos sentidos que o espectador; performance.
A memória da ação captada pela fotografia, a impressão como reprodução do momento. Pequenas imagens lambidas com cola na parede sob limites determinados por tinta, vão ganhando forma de nova imagem-verbo.
Assim foi a experiência entre os projetos O Vestido e A Força da Palavra que aconteceu em dezembro de 2013, entre artistas Sol Moufer e Emol, com fotografia de Dalvânio Ócio; performance, foto, lambe-lambe e graffiti.


Foto por Magosh Santiago

Foto por Magosh Santiago

Foto por Emol



Publicado em 14/12/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário