Cumbe, Aracati (CE) - 2016

Cumbe, palavra de origem africana que em alguns países latino americanos significa quilombo.
Atualmente os empreendimentos da carcinicultura (técnica de criação de camarões em viveiros) intensificam a ameaça ao modo de vida da comunidade tradicional no Cumbe. Criam conflitos entre os próprios moradores, poluem as águas e desmatam o mangue, constituindo uma ameaça ambiental, cultural e socioeconômica na região.
Na intervenção que fiz em um dos muros da comunidade está o caranguejo, símbolo do mangue, com o ideograma Akoben pairando sobre sua cabeça (Akoben: chifre da guerra, simboliza a vigilância). Alguns moradores locais nomearam a pintura como “o caranguejo guerreiro pronto pra guerra”.
Gratidão à Maré das Artes, espaço cultural independente que permitiu esta residência artística e soma na resistência local.


Postado em 06/04/2016

2 comentários: